14 de outubro de 2008

Dicionários portáteis


Aproveito a ideia do Desidério para dar uma outra sugestão. Uma das dificuldades maiores no acesso a bons livros é a leitura em inglês. O método que usei para ler nessa língua provavelmente não é o melhor de todos, mas tem dado bons resultados. Por uma questão de economia de tempo e dinheiro para ler em inglês comecei por comprar uma boa gramática, mas rapidamente deixei de lado o estudo. O melhor mesmo foi comprar um ou dois livros bem referenciados em termos de escrita e começar a ler, muitas das vezes, sem perceber nada do que estava a ler. A dificuldade seguinte está em ler com um dicionário volumoso ao lado. Enquanto seguia o texto e recorria ao dicionário perdia o fio à meada e a tarefa parecia-me cada vez mais impossível. A solução apareceu com uma pen tradutora que me tem facilitado muito o trabalho. O que nos põe a ler a língua inglesa é o exercício aturado da leitura, mas a pen é um bom auxiliar. Funciona com um pequeno scanner na ponta, com um nível de eficácia muito elevado, que fazemos rodar sobre a palavra que queremos ver traduzida e a tradução aparece automaticamente num pequeno ecrã. Dependendo dos modelos a pen vem acompanhada de um pequeno auricular que permite ouvir a pronunciação das palvras num inglês correcto. Pode-se instalar na pen mais de 30 dicionários. Não me recordo onde comprei a minha pen, mas é fácil encontrá-la à venda em muitos sites. Nunca encontrei esta pen no mercado nacional, mas sei que já se vendeu por cá. Também sei que se vende uma em Portugal, mas que não é portátil já que tem de ser ligada a um pc. O melhor mesmo é visitar o site do fabricante e ver os modelos disponíveis.

Sem comentários:

Enviar um comentário