18 de junho de 2009

Avaliação em Filosofia: avaliar o quê e como?

Este é o título da acção de formação que irei dar já a partir do próximo sábado em Vila Nova de Santo André (Sines). A acção é de 25 horas presenciais (50 no total), termina no dia 2 de Julho e é promovida pelo Centro de Formação da Associação de Escolas do Alentejo Litoral. Irei utilizar muitos exemplos práticos, sobretudo do programa de Filosofia do 10º ano, e espero que haja boa discussão. Se algum dos colegas leitores estiver interessado em discutir o assunto comigo e estiver por perto, parece que ainda se pode inscrever.

5 comentários:

  1. Acabo de saber que a acção foi suspensa, dado haver apenas 8 ou 10 inscritos, em 20 possíveis. Foi-me proposto adiar para Setembro, mas ainda não tenho a certeza de que me seja possível.

    ResponderEliminar
  2. Boa tarde, Aires.

    E que tal fazer a acção em Faro? Se for em Setembro, com as 25 horas presenciais antes das aulas começarem, será fácil reunir um número suficiente de interessados.
    Há semanas atrás vi a lista das acções de Filosofia e aqui, na área de Filosofia, só está prevista uma... Não me lembro do nome e do tema exacto, mas é qualquer coisa relacionado com Ecologia, o que não é propriamente uma prioridade em termos de formação de professores de Filosofia.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  3. Sim, Carlos, para mim seria muito mais viável nessa altura fazer a acção em Faro do que em Sines, dado que fica bastante mais perto. Mas as acções terão de ser promovidas pelos centros de formação de professores.

    ResponderEliminar
  4. Aires, não gostaria de dar um salto à zona de Torres? Seria pertinente. Vamos ter para a próxima semana uma acção de formação sobre o tema do Poder e em Setembro uma acção sobre a pertinência do ensino da filosofia em portugal, onde se enveredará um pouco pelas leituras do espírito do povo português (Eduardo Lourenço, José Gil, Antero, republicanismo...) e a adequação ou não da filosofia a esse mesmo povo. a acção culminará sobre as novas perspectivas que se abrem ao ensino da filosofia (problemáticas e democracia deliberativa). Contudo, a sua acção parece-me bem mais pertinente e adequada. É pena não estar no Algarve.

    ResponderEliminar
  5. Obrigado pela sugestão, António, mas é um salto muito grande ir daqui a Torres.

    Um abraço

    ResponderEliminar