26 de julho de 2009

Julian Dodd

Ao contrário de filósofos que consideram infeliz a filosofia da arte fazer-se «mais do lado da filosofia do que da arte» (por exemplo, Aaron Ridley, na série de entrevistas de Nigel Warburton a diversos filósofos britânicos, publicada com o título New British Philosophy), Julian Dodd apresenta-nos um trabalho de metafísica da música que parte deliberadamente da filosofia e das suas preocupações tradicionais: Works of Music: An Essay in Ontology, um título de 2007, da OUP. Eis uma recensão deste texto, por Franklin Bruno.

5 comentários:

  1. Eis uma recensão muito frutuosa que apreciei bastante. Realmente tenho imensa pena que este tipo de livros não estejam traduzidos em Português. O mercado será assim tão ínfimo?

    Mesmo a acessibilidade me parece reduzida. Gostaria imenso de ler mais livros de Estética e Filosofia da música, mas parecem-me todos muito caros, além de que só os quero ler, não quero ficar com eles. E tenho muita dificuldade em encontrá-los em alguma biblioteca.

    Onde tem o Vítor acesso a estes materiais? Ou só comprando mesmo?

    ResponderEliminar
  2. Musicólogo,
    Pode sempre recorrer ao mercado dos usados. No caso, o livro que o Victor refere, fica-lhe por 10£. Mais os portes ficar-lhe-á por qualquer coisa como 13 a 15£. Ora isto em euros é menos que 20€. Quando encontro livros que quero muito, mas são algo caros, os usados são um recurso. E lembro que o mercado de livros usados em lingua inglesa é gigantesco. Muitas vezes o livro usado é novo, mas da edição anterior, mas vendido como usado. Por outro lado ao comprarmos livros usados não estamos a pagar ao autor, pelo menos directamente. Mas é um recurso pelo menos para parte dos livros que queremos e que as vezes são muito caros.

    ResponderEliminar
  3. musicólogo,

    comprei este livro no amazon, usado, por 9 libras. Não compro tantos livros quantos gostaria, embora compre mais livros do que qualquer outra coisa. Recomendo este site, pois dá-te comparação de preços para livros, com estimativa de portes já incluídos:

    www.bookfinder.com

    Só tens de ter cuidado quando vêm de fora da UE. Uma vez tive de pagar 20 euros ao sacana do estado, com "e", em tarifas alfandegárias, pouco tempo depois de ter recebido outro livro, sem quaisquer tarifas.

    ResponderEliminar
  4. Só agora reparei que tinha ali um erro:
    alguns filósofos consideram que a fil da arte se faz mais do lado da filosofia do que da arte, como é o caso de Ridley. Tinha isto invertido, o que tornava a afirmação quase incompreensível, ao ler-se o que vem a seguir.

    Desculpem

    ResponderEliminar
  5. Muito obrigado. Realmente estava pouco alerta para o mercado internacional de livros usados, que em certos casos me parece uma boa alternativa. E o site do Vitor promete ser muito útil.

    ResponderEliminar