29 de julho de 2009

O Caminho para a Servidão

O Caminho para a Servidão, de Friedrich Hayek, foi um livro que fez furor aquando do seu lançamento original, em 1944. O pensamento socialista estatista era então comum; Orwell, por exemplo, sendo um exímio defensor da liberdade, considerava que a economia teria de ser socialista, nacionalizando-se toda a rede produtiva. Eis que surge Hayek, defendendo de modo intransigente a liberdade, incluindo a liberdade económica, e procurando mostrar como a servidão resulta dos controlos estatais, incluindo sobre a economia. Este clássico está agora disponível em Portugal, nas Edições 70, com tradução de Marcelino Amaral e prefácio de João Carlos Espada. Na Crítica temos uma recensão de Amartya Sen, aquando dos 60 anos da publicação original do livro de Hayek.

1 comentário:

  1. O novo link da recensão: http://criticanarede.com/pol_serfdom.html

    ResponderEliminar