16 de outubro de 2009

Mas isto é uma aula de filosofia?

Ao assistir a isto, não consegui evitar a pergunta brincalhona: é mesmo uma aula de filosofia?

Trata-se de algo tão diferente do que fui habituado quando estudei filosofia, que a minha pergunta talvez seja partilhada por muitos leitores. Vejamos:

Onde já se viu uma aula de filosofia tão concorrida? Serão trezentos? Quatrocentos alunos? Dá a ideia que não existem tantos alunos de filosofia nas universidades portuguesas todas juntas.

Onde já se viu uma aula de filosofia em que qualquer pessoa (mesmo que não seja estudante de filosofia) é capaz de compreender tudo o que o professor diz? Um professor assim dificilmente nos consegue proporcionar uma experiência... como diria?... uma experiência estético-filosófica.

Quem será o professor? Certamente um desconhecido qualquer, sobretudo se comparado com os génios filosóficos que conhecemos de algumas das nossas universidades. É um tal de Michael Sandel. Bom, parece que tem um livrito traduzido para português.

Onde se passa tudo isto? Em que universidadezeca se pode assistir a aulas destas? Parece que se chama Universidade de Harvard, seja lá isso onde for.


8 comentários:

  1. Não Elvis

    é uma aula de filosofia sim, mas de uma linha de filosofia reducionista e lógica, a linha dos filósofos analíticos. =D

    ResponderEliminar
  2. ainda não vi o video mas... existe uma coisa chamada "filosofia do direito".

    ResponderEliminar
  3. Como o principal tema debatido na aula do Sendel é a distribuição de riqueza (e os argumentos do libertarianismo contra a legitimidade da distribuição de riqueza) vale a pena indicar dois livros:


    Liberalismo e os limites da justiça, de Michael Sandel
    Ed.Gulbenkian
    http://www.martinsfontespaulista.com.br/site/detalhes.aspx?ProdutoCodigo=215324

    e

    Anarquia, Estado e Utopia
    Robert Nozick
    ed.70

    A tradução do segundo livro foi lançada mês passado, ainda não o encontrei em nenhuma livraria digital - a edição portuguesa anterior, da Jorge Zahar, já está esgotada a bastante tempo. Nozick é um defensor influente de uma versão do libertarianismo e crítico da distribuição de riquezas - nota-se que um dos argumentos apresentados na aula são de Nozick.

    ResponderEliminar
  4. O Nozick atrasou-se um pouco. Enviei há 1 ou 2 dias o que restava das provas finais ao editor. A obra foi revista mais do que uma vez, e o atraso deve-se sobretudo à minha lentidão. Deve sair em breve.

    ResponderEliminar
  5. ahah taxation (for redistribution)=slavery porque o estado tira dinheiro que resulta das minhas horas de trabalho (alem de ser uma violacao dos meus direitos naturais) e isto e' discutido ao pormenor ate' ao minuto 25.

    Mas taxation (for military use) nao e' discutido e apenas mencionado implicitamente (ate' ao minuto 25) como uma das funcoes minimas do estado. GOstava de saber por que e' que isto ja' nao e' um roubo? (a resposta e' evidente: porque nao e' coercivo, porque Gates et al necessitam da estrutura militar para proteger as suas fortunas e, por isso, contribuem espontaneamente com o seu dinheiro e no respeito do seu "direito natural"). Por outras palavras, o dinheiro e' o criterio que cria o valor (net worth nao e' uma expressao casual), e' a escala pela qual se mede efectivcamente a "quantidade" de direitos. Uns teem, de facto, mais direitos do que outros. Aquela taxacao que e' prioritaria para quem tem mais direito (mais dinheiro) nao e' coerciva. A restante e' coerciva. Nao e' um argumento filosofico, e' um facto.


    Discutir este tema de forma tao academica, sem tomar em conta as distribuicoes assimetricas de poder e' patetico. Estas aulas parecem saidas de uma igreja qualquer, o professor ate' tem pinta de pastor ...

    ResponderEliminar
  6. onde escrevi atras 'patetico' devia estar escrito 'mistificacao'.

    ResponderEliminar
  7. Apenas em jeito de adenda:

    Os raciocinios sao elementares, quase infantis. Ultrapassa o limite da minha inocencia conseguir acreditar que os jovens de vinte anos precisem de ir a uma aula de "filosofia" para conseguir pensar e debater estes assuntos. Podiam igualmente faze-lo no cafe'. Nao precisam de ser levados pela mao. Seguindo o paradigma do curso "money": quanto custa uma aula destas? Bom, a tuition completa em Harvard vai para cima dos 30 mil dolares.

    A pouca distancia do local onde decorre esta aula, estao estudantes a praticar raciocinios e metodos muito mais sofisticados do que aqueles aqui exercitados. Daqueles que nao podem fazer no cafe', nem apenas sozinhos. Nas aulas de fisica, de matematica, de biologia, de cinema, de ... eu sei la', provavelmente ate' em aulas de filosofia a serio.

    Tal,como um pouco acima, neste mesmo blogue, temos um exemplo de filosofia de qualidade, em contraste com esta
    infantilidade, com o artigo do Thomas Nagel. E' a diferenca entre trabalho intelectual e indoctrinacao. Mas tudo isto e' racional ate' do ponto de vista economico: estas centenas de alunos, ricos, estao a financiar aquela pequena elite que precisa de muitos milhares de dolares para ter os laboratorios a funcionar, viagens de campo, etc ...

    Nao deixa de ser ironico como, por vezes, um pouco de justica pode resultar por vias travessas...

    ResponderEliminar