17 de outubro de 2009

Som e qualidade de vida

Pensava que era só eu que era particularmente sensível ao som, relacionando-o directamente com a qualidade do meu ambiente pessoal, profissional e emocional. Mas afinal parece que não. Veja-se aqui:

2 comentários:

  1. Desidério, sugiro-lhe a versão em português brasileiro de Murray Schafer, A Afinação do Mundo (Tuning of the World, no original). É o livro que introduziu o conceito de paisagens sonoras e na impossibilidade de efectuar um levantamento dos registos sonoros de outros séculos (impossível), o autor compensa com muitas citações literárias que referem perturbações ou modificações do campo auditivo.

    Boas leituras.

    ResponderEliminar