13 de dezembro de 2009

O deus da evolução


Em "Direcção e Sentido, Deus e Evolução" argumento contra a substituição de Deus pela evolução, no que respeita ao sentido da vida humana. E o que pensa o leitor?

3 comentários:

  1. A vida tem o sentido que lhe quisermos dar, Deus é meramente mais um simplificação. Uma que se torna redundante ao luz da razão.

    ResponderEliminar
  2. Concordo: o que devemos querer saber quando perguntamos se a vida humana tem sentido é se a vida humana tem valor, ou se há vidas humanas com valor e outras não.

    Concordo: é uma confusão de ideias colocar a evolução no lugar de Deus, ou pouco perspicaz usar a teoria da preservação das variedades favorecidas na luta pela vida como argumento a favor da inexistência de Deus. O que não sei é se a luta pela preservação da própria vida tem como consequência, ou bónus, a preservação das variedades através da procriação, ou se esta é a força impulsionadora na luta pela preservação da própria vida.

    A vida humana tem valor em si, isto é, é um valor absoluto, ou é preciso mais alguma coisa, ou coisas, para que vidas humanas tenham valor? E, por conseguinte, as vidas humanas que sejam desprovidas dessa coisa, ou coisas, não têm valor. Há quem pense que a vida humana para ter valor tem que ser uma vida boa. Ora, o problema é saber o que é uma vida boa. A maior parte das pessoas para alcançarem uma vida boa acabam por dar mais valor a bens materiais do que à vida em si, e alguns por causa disso acabam por perder a própria vida. Mas há algumas pessoas que pensam que essas pessoas estão erradas, porque o que faz uma vida boa é as pessoas amarem-se e respeitarem-se umas às outras, e não a posse de bens materiais para além daqueles imprecindíveis na luta pela vida tendo em vista a sua preservação.

    ResponderEliminar
  3. Actualização do link do artigo: http://criticanarede.com/sentido.html

    ResponderEliminar