12 de janeiro de 2010

Faleceu Miep Gies


Miep Gies, uma mulher que sempre me impressionou pela lucidez e dignidade da sua pura bondade, em tempos de delírio nazi, faleceu ontem aos 100 anos, de uma queda fatal. Miep Gies nasceu a 15 de Fevereiro de 1909 e ajudou até ao fim a família de Anne Frank a viver escondida no anexo que se tornou famoso depois de publicado o seu impressionante diário, leitura que recomendo vivamente. Pessoas como Miep Gies salvam a humanidade da vergonha que foi o delírio nazi. E provam que o que há que pensar não é a óbvia banalidade do mal, diagnosticada por Arendt, mas antes a banalidade do bem: a bondade comum, que não é heróica nem pública, mas quotidiana e tranquila.

Miep Gies, não te esqueci desde que te conheci aos treze anos.

3 comentários:

  1. É Desidério Murcho, ninguém morre enquanto em um coração for inquilino, ainda mais em alguém com um coração sempre vivo.

    ResponderEliminar
  2. Miep, anjo na terra, agora encontrou com o outro anjo no céu, aquela que protegeu, Anne Frank.

    ResponderEliminar
  3. Miep Gies é uma mulher para admirar ! Recomendo o " Diário de Anne Frank " , para além de ser emomcionante , choca-nos pois é uma história verídica.

    Também recomendo " Anne Frank Thw whole story " , um filme baseado numa obra de Melissa Muller sobre Anne Frank , filme fantástico !

    ResponderEliminar