23 de abril de 2010

Jean-Paul Sartre

A morte parece tanto mais absurda quanto mais absurda for a vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário