2 de agosto de 2010

Concurso filosofia da música


O resultado do concurso filosofia da música é o seguinte:

vencedor - Filicio M.

Devo referir que ponderei a hipótese de transferir este concurso para o fim das férias, quando a probabilidade de haver mais concorrentes seria maior, e também porque a generalidade dos textos apresentados deixa muito a desejar. Sei que pedi textos curtos, mas algumas contribuições são demasiado breves, não tanto em caracteres mas quanto à ausência de discussão, limitando-se a listar teses, a fazer referências históricas, ou a aderir com força adjectival a uma tese qualquer que intuitivamente parece mais pacífica. Um exemplo do que pretendo seria o seguinte: começar por uma ideia, digamos, a de que a experiência de ouvir música é uma experiência emotiva, e ver se isso é ou não indício suficiente para pensar que a música representa emoções. Apresentar uma das principais ideias que contrariam esta tese.

Creio que o Filicio M. no seu texto está a fazer uma confusão. Quando fala de expressão e expressividade está a tentar falar na diferença entre expressão e representação. Por exemplo, se fizer um gesto enfurecido este gesto exprime fúria mas não a representa, não é acerca da fúria, do modo como um manual de psicologia ou um poema lírico pode ser acerca de emoções como esta. Ainda assim, decidi atribuir-lhe o prémio porque o seu texto foi, pelo menos para mim, o mais claro de todos, além de que há nele um esforço real de "problematizar" (como se tornou moda dizer), ainda que eu pense que a distinção entre expressão e expressividade seja um equívoco, como já referi.

Quanto aos outros, houve demasiada ênfase na erudição histórica, na listagem de referências ou em mostrar a adesão prévia a uma tese qualquer. Assim que possível, farei alguns comentários nos posts originais e não aqui, sobre os textos, embora de momento esteja algo ocupado com uma revisão. Talvez o melhor seja os concorrentes que estiverem interessados em discutir a sua contribuição contacterem-me por email. Ou talvez faça um post à parte com esse fim. Logo veremos.

Haverá uma reedição deste concurso em Setembro, onde serão sorteados outros livros de filosofia da música, mas nessa ocasião usarei parâmetros mais específicos para a escrita dos textos.

Entretanto, peço ao vencedor que me envie por email o endereço para o qual deseja que envie o seu prémio.

Bom Verão a todos.

1 comentário:

  1. Olá Vitor Guerreiro,
    Estou muitíssimo feliz por ter sido meu texto o escolhido.
    No entanto, não sei o seu email. Por isso, se possível, peço para que me envie um email para que eu possa respondê-lo com os dados solicitados.
    Meu email é: filicio@gmail.com

    Atenciosamente e muito feliz,
    Filicio.

    ResponderEliminar