26 de fevereiro de 2011

O problema da identidade pessoal


Russell escreveu que um dos efeitos da filosofia -- e, podemos acrescentar, das ciências e das artes -- é fazer-nos ver coisas maravilhosas nas banalidades mais desinteressantes do quotidiano. O problema da identidade pessoal é um dos mais incisivos exemplos: que poderá haver de mais óbvio e desinteressante do que a ideia de que o leitor de hoje e de há um ano é o mesmo? Mas compreender a identidade das pessoas ao longo do tempo esconde dificuldades surpreendentes, explicadas aqui por Theodore Sider.

Sem comentários:

Enviar um comentário