15 de fevereiro de 2011

Simon Blackburn

Não me entusiasmam os símbolos de devoção, as bandeiras, os sinais ostensivos de separação, porque considero que tais coisas não são boas para o mundo. Alegra-me que a palavra “raça” tenha recentemente sofrido um desgaste e preferia que a palavra “cultura,” como ocorre em expressões como “diversidade cultural,” se lhe seguisse.

1 comentário: