6 de abril de 2011

Nova ética prática

Acabo de ter conhecimento do lançamento da terceira edição de Practical Ethics, de Peter Singer. (A edição portuguesa baseia-se na segunda edição; a brasileira, não sei.) Na terceira edição, o autor reviu totalmente o texto, e inclui capítulos novos sobre a mudança climática, a agricultura industrial e o terrorismo. Destaque-se que Peter Singer é odiado por muitos académicos precisamente pelo que todo o académico com amor à profissão -- o que é muito diferente de ter amor a  um imaginado estatuto social -- deve almejar: extrema clareza e profundo didactismo. Quando fiz pressão para finalmente conseguir publicar o livro em Portugal, na Filosofia Aberta, a maior parte dos estudantes e professores de filosofia portugueses não fazia a mínima ideia do que era a ética aplicada, desconhecendo a imensa bibliografia da área, alguma da qual oriunda dos mais prestigiados departamentos de filosofia do mundo. Espero agora que a Gradiva faça uma edição actualizada desta obra, que recomendo a todos os leitores, sejam ou não estudantes e professores de filosofia. E isto não por concordar com Singer, mas porque ele é muitíssimo directo e claro, o que permite, a quem o quiser, discordar dele com pés e cabeça.

Sem comentários:

Enviar um comentário