29 de dezembro de 2011

O anti-racista racista

Será possível ser racista quando pensamos que somos anti-racistas? Defendo aqui que sim, mas o leitor talvez não concorde.

2 comentários:

  1. Fazia tempo que não lia um texto que me deixasse com tão grande sensação de plenitude na concordância!

    ResponderEliminar
  2. "Em contraste, um verdadeiro anti-racista pensa que a condicional acima é falsa"

    Não seria mais justo afirmar que o contrário do racista não é o anti-racista e sim o não-racista, do mesmo modo que o contrário da vontade de acreditar não é a vontade de descrer mas sim a vontade de descobrir?

    ResponderEliminar