23 de março de 2012

Bernard Williams

O que distingue a filosofia analítica da outra filosofia contemporânea (ainda que não de grande parte da filosofia de outros tempos) é uma certa maneira de fazer as coisas, que envolve argumentação, distinções e, desde que não se esqueça de o tentar e o consiga alcançar, um discurso moderadamente vulgar. Como alternativa ao discurso vulgar, distingue firmemente entre a obscuridade e o tecnicismo. Rejeita sempre a primeira, mas o segundo torna-se por vezes necessário. Esta característica irrita peculiarmente alguns dos seus inimigos. Querendo que a filosofia seja ao mesmo tempo profunda e acessível, levam a mal o tecnicismo, mas sentem-se reconfortados pela obscuridade.

Sem comentários:

Enviar um comentário