2 de abril de 2012

Thomas Kuhn

Fiquei especialmente impressionado com o número e a extensão dos desacordos expressos entre os cientistas sociais no que diz respeito à natureza dos métodos e problemas científicos legítimos. Tanto a História quanto meus conhecimentos fizeram-me duvidar de que os praticantes das ciências naturais possuam respostas mais firmes ou mais permanentes para tais questões do que seus colegas das ciências sociais. E contudo, de algum modo, a prática da Astronomia, da Física, da Química ou da Biologia normalmente não evocam as controvérsias sobre fundamentos que atualmente parecem endêmicas entre, por exemplo, psicólogos ou sociólogos.

Sem comentários:

Enviar um comentário