15 de maio de 2012

John Stuart Mill

É imperativo que exista a mais ampla liberdade de professar e discutir, enquanto convicção ética, qualquer doutrina, por mais imoral que seja considerada.

1 comentário: