4 de julho de 2013

Da “Teoria da Justiça” de Rawls à Prática?

Imagine que lhe era dado o poder de alterar o mundo como entendesse e que até poderia beneficiar-se a si próprio. O único problema é que você não saberia quem viria a ser nesse mundo, se seria homem ou mulher, rico ou pobre, forte ou fraco. O que faria então com esse poder?

Para responder a esta questão John Rawls sugeriu que se maximizasse o mínimo. Ou seja, você deveria garantir que as pessoas mais carenciadas ficassem o melhor possível, em comparação com outras alternativas, pois você poderia ser uma dessas pessoas.

Acreditando que este “véu de ignorância” nos levasse a considerar esta como a solução mais justa, seria possível tornar real a experiência mental de John Rawls?

Esta organização acredita que sim, e o nosso leitor?

Sem comentários:

Enviar um comentário