13 de julho de 2013

No dia mundial do Rock and Roll... um pouco de metafísica!


Para aqueles que gostam de rock and roll e alguma vez na adolescência gastaram algum tempo discutindo com os amigos os problemas (que naquela época não pareciam nada filosóficos) sobre as formações das bandas -- se o Deep Purple ainda continuaria sendo a mesma banda sem o Ian Gillan ou sem o Ritchie Blackmore, ou se seria impossível haver novamente Led Zeppelin depois da morte de Jonh Bonham, ou mesmo se o The Final Cult é mais um disco solo do Roger Waters do que um disco do Pink Floyd, dentre muitos outros -- é hora de relembrar isso um pouco. Eis um divertido texto, de James Bondarchuk, sobre a metafísica -- a constituição e a natureza -- do Black Sabbath. 

2 comentários:

  1. Pois é, até no rock existe uma filosofia por trás... adorei o blog, ótimos textos!

    http://tea-of-perspectives.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  2. Thanks for sharing! -James Bondarchuk

    ResponderEliminar