8 de outubro de 2013

Teoria do conhecimento



Publicado recentemente, a Introdução à Teoria do Conhecimento, de Dan O'Brien, é um livro acessível,  informado, rigoroso e actual. O autor começa por apresentá-lo assim:


Ao longo do livro usei vários exemplos retirados da literatura e, em especial, do cinema. As histórias dos filmes e dos livros são frequentemente do conhecimento geral, o que pode dar origem a animadas discussões nas aulas acerca dos aspectos filosóficos do enredo ou da caracterização das personagens de uma obra em particular. Este tipo de interdisciplinaridade deve ser incentivado. A filosofia não deve ser vista como uma disciplina árida e académica divorciada da vida quotidiana. Tempos houve ao longo da sua história em que tal aconteceu: ocorre-nos imediatamente o estereótipo dos filósofos medievais esgrimindo argumentos enigmáticos para determinar quantos anjos caberiam numa cabeça de alfinete. Ainda hoje, se atentarmos em certas revistas filosóficas, podemos observar que muitos artigos de investigação são igualmente idiossincráticos e inacessíveis. Existe o perigo de a filosofia se tornar inacessível e desinteressante para as pessoas que vivem fora dos departamentos de filosofia das universidades. Os problemas filosóficos que iremos examinar neste livro são aqueles que dizem respeito ao conhecimento — uma noção que faz parte do nosso dia a dia. Esses problemas vêm sendo debatidos há milhares de anos e podem ser iluminados quer pela leitura de grandes filósofos do passado como Platão, Descartes e Hume, quer pela interpretação das obras de escritores e cineastas que são eles próprios confrontados, ainda que indirectamente, pelas mesmíssimas questões. 

Sem comentários:

Enviar um comentário