Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2015

Kit para detecção de disparates

"Na ciência é possível começar com resultados experimentais, dados, observações, medidas e «factos». Inventamos, se isso for possível, uma lista interminável de explicações plausíveis e confrontamos sistematicamente cada uma delas com os factos. No decurso da sua formação, os cientistas recebem um kit para detecção de disparates, a que recorrem sempre que se confrontam com novas ideias. Se a nova ideia resiste à análise com os instrumentos do kit, recebemo-la de braços abertos, embora com cautela. Se uma pessoa estiver na disposição de não engolir disparates, ainda que seja tranquilizador fazê-lo, há precauções que pode tomar; há um método comprovado pela experiência.

Que contém o kit? Instrumentos para o pensamento céptico. O pensamento céptico é o meio de construir e compreender um argumento racional e — o que é particularmente importante — de reconhecer um argumento fraudulento ou falacioso.

A questão não é se gostamos da conclusão que resulta de uma série de raciocínios, m…

Ética Animal

Já está disponível em língua portuguesa o site Ética Animal.
Em termos académicos este domínio da filosofia aborda o relacionamento dos animais humanos com os não humanos e como estes últimos devem ser tratados. Aborda questões como os direitos e o bem-estar animal (e as inerentes implicações na legislação), salvaguardando os interesses dos animais, assim como questões de descriminação com base na espécie (o especismo) e, partindo da biologia, aborda questões relativas às capacidades cognitivas e de senciência, como base referencial de defesa dos animais, incluindo aqueles que vivem na natureza.
Para os interessados no assunto, numa das colecções da Crítica (Filosofia Pública), existe um livro com uma compilação de artigos dos autores mais relevantes nesta área, Os Animais Têm Direitos? Perspectivas e Argumentos, com organização e tradução de Pedro Galvão.