20 de maio de 2015

O Novo de Daniel Dennett


Imagem retirada daqui

O que é ser um pregador ou rabino que já não acredita em Deus? Nesta edição ampliada e actualizada do seu estudo pioneiro, Daniel C. Dennett e Linda Lascola, de forma abrangente e sensível, expõem uma verdade inconveniente que as instituições religiosas enfrentam na nova transparência da idade da informação — o fenómeno de membros do clero que já não acreditam no que pregam publicamente. Em entrevistas confidenciais, clérigos de todo o espectro ministerial — do liberal ao literal — revelam como as suas vidas de serviço religioso e estudo os levaram a uma verdade contrária às suas crenças professadas e à sua profissão (continua).
Esta é a descrição do novo livro de Daniel Dennett (em co-autoria com Linda Lascola), "Caught in the Pulpit: Leaving Belief Behind".
O prefácio de Richard Dawkins termina da seguinte forma:
O seu estudo aumentado examina em detalhe trinta casos individuais. Alguns desses homens e mulheres acreditaram apaixonadamente por muitos anos antes de perder a sua fé. Outros parece que já eram cépticos enquanto ainda estavam no seminário, mas foram em frente com a sua carreira sacerdotal por razões que precisam de ser exploradas — e são-no. Estes são seres humanos, cada um diferente, e às vítimas é-lhes permitido o espaço para contar as suas próprias histórias, entrelaçadas com inteligência e perspicácia pelos dois autores.

O livro é uma colaboração entre um paciente, uma assistente social sensível e um dos grandes filósofos do mundo. Vai surpreender, uma vez que fascina. Se, como espero e antecipo, os 500 apóstatas agora no The Clergy Project vierem a ser a ponta fina de uma cunha muito grande, ponta de um enorme icebergue tranquilizador, arauto de um ponto de viragem que aí vem e é muito bem-vindo, este livro será visto como — misturando mais uma vez metáforas com o desculpável regozijo — o canário dos mineiros. Ele vai ajudar-nos a compreender o que está a acontecer enquanto as comportas se abrem, como espero que em breve aconteça. Também espero que venha a ser lido pelo clero ainda crente e que isso lhes dê a coragem de se juntarem aos seus colegas que já viram a luz e se afastaram da sombra escura do púlpito.
Para mais informação pode ler também "As Igrejas já não podem esconder a verdade: Daniel Dennett sobre a Nova Transparência", um artigo de apresentação do livro que inclui uma pequena entrevista com Daniel Dennett, ou este artigo do próprio no The Wall Street Journal: "Porque é que o Futuro da Religião é Sombrio".

7 de maio de 2015

Novos Problemas de Filosofia Analítica


Trata-se de um volume, em língua portuguesa e de acesso inteiramente livre, que consiste em ensaios especializados sobre questões e problemas pertencentes a um conjunto de áreas nucleares da Filosofia Analítica contemporânea. Num primeiro momento, a ênfase é colocada em áreas que tratam da natureza da linguagem, mente e cognição. O volume está organizado em torno de três grandes domínios:
  • Lógica e Linguagem, incluindo a Filosofia da Linguagem, a Lógica Filosófica, a Filosofia da Matemática, etc.
  • Mente e Cognição, incluindo a Epistemologia, a Filosofia da Mente, os Fundamentos da Ciência Cognitiva, etc.
  • Metafísica, incluindo a Ontologia, a Filosofia da Ciência, etc

Os artigos do Compêndio em Linha são ensaios de estado da arte sobre tópicos salientes na reflexão e investigação filosófica actuais. Tipicamente, cada artigo formula e caracteriza um tópico segundo o estado corrente da sua discussão, introduz as concepções principais e os argumentos associados acerca do tópico e examina criticamente os prós e os contras de cada uma dessas concepções e argumentos.