21 de novembro de 2016

O Tesouro Perdido de Wittgenstein?



   LUDWIG WITTGENSTEIN | NCMallory Flickr

A notícia fala de um arquivo até aqui perdido e que supostamente dará uma nova visão da forma de pensar deste filósofo, do relacionamento com o seu secretário e sobre a importância deste último nesta investigação.

Sobre as mais de 170 mil palavras e equações matemáticas agora reveladas o académico de Cambridge, Arthur Gibson, responsável por este estudo, diz: "Fiquei impressionado porque é um arquivo inteiro, nunca visto antes, e na sua maior parte inteiramente novo. Fornece uma visão dos seus processos de pensamento – quase que espiamos a sua mente". 
Gibson adianta ainda a seguinte possibilidade: "Isto pode ou não ser o item ausente chamado o livro cor-de-rosa ou o livro amarelo que os académicos há tanto tempo esperavam." 
Quanto a uma série de milhares de cálculos matemáticos nos quais Wittgenstein examina o pequeno teorema de Fermat, Gibson diz: "É uma série extraordinária de cálculos, até mesmo bizarra, e ainda assim original."
E conclui: "O arquivo mostra que questões revolucionárias imprevistas e novas ainda nos esperam na filosofia de Wittgenstein e no conhecimento científico que nós entendemos incorrectamente que já entendemos."

Ver a notícia aqui.

2 comentários:

  1. A notícia é antiga, foi publicada em 2011. Seria interessante divulgar como andam as pesquisas sobre o acerto, e se o material provou-se tão revolucionário quanto o esperado. Ao que parece, ainda não sentiu-se tal estrondo!

    ResponderEliminar