7 de outubro de 2008 Blog

Neil Levy

Desidério Murcho
Se vamos desempenhar um papel no plano que Deus preparou para nós, e que Ele poderia levar a cabo sem a nossa ajuda, como dá isso sentido às nossas vidas? As vidas das crianças não ganham sentido quando desempenham um papel em projectos cuidadosamente pré-estabelecidos para eles pelos adultos.

4 comentários :

Anónimo disse...

Não me recordo de ter lido na literatura católica que Deus tem um plano preparado para nós. O que me foi dito na catequese para adultos que frequentei em 2005 é que somos totalmente livres e que devemos seguir sempre a nossa consciência, isto é, pensar por nós próprios.

Às vezes fala-se de "plano de Deus" mas num sentido mais genérico, sem que isso signifique uma vida pessoal antecipadamente programada.

É possível que as igrejas protestantes tenham outro entendimento sobre o assunto.

Rolando Almeida disse...

Caro Parente,
o autor refere-se a um argumento usado pelos autores teístas, que é o do desenho inteligente.
abraço

Alquimista Real disse...

Olá Professor Rolando,
Parabéns pelo seu blog, que está muito apresentado e apelativo. Sempre filosófico não verdade?

Miguel

Rodrigo Mesquita disse...

Seria bacana você colocar a fonte do pensamento que você separou do autor. Desta forma poderiamos olhar a idéia dentro de um contexto, mesmo que depois descambe pra outro.

Um abraço.

*Minha primeira vez (aqui).

Arquivo